Metro e Todos assinam o retrofit da antiga sede da Telefônica no Centro de SP

Os escritórios de arquitetura foram os contratados para repaginar o prédio emblemático que receberá 274 apartamentos da incorporadora Metaforma

Atualizado em 28 Abr 2023 - Autor Zuk
 Metro e Todos assinam o retrofit da antiga sede da Telefônica no Centro de SP

À

 convite da incorporadora Metaforma, os escritórios Todos e Metro Arquitetos assumem a revitalização arquitetônica e urbanística do emblemático Edifício 7 de Abril.

 

Inaugurado em 1939 no centro de São Paulo, com projeto realizado pelo consagrado Escritório Técnico Ramos de Azevedo & Severo Villares, considerado o maior e mais moderno QG de arquitetura da cidade de São Paulo, entre a última década do século XIX e as três primeiras décadas do século XX.

 

No protagonismo do retrofit, a iniciativa tem como missão preservar a identidade e a herança cultural da edificação, além do projeto corroborar com a ideia de revitalização do centro da cidade de São Paulo.

 

 

Com reverência ao legado, o empreendimento BASILIO 177 ressignifica o passado e propõe inovação ambiental, social e econômica região.

 

 Os mais de 35 mil m² de área construída e 22.400 m² de área privativa, estão a cargo do escritório Metro Arquitetos - dirigido por Gustavo Cedroni e Martin Corullon - responsável por importantes obras com o mestre Paulo Mendes da Rocha, além da ampliação e reforma do Masp.

 

O Metro projetou um condomínio com 274 apartamentos de diferentes tipologias, distribuídos em três torres, sendo dois retrofits, além de realizar intervenções para acomodar espaços comerciais, áreas de lazer, praça central arborizada, piscina na cobertura, academia, espaço gourmet e coworking, dentre outros diferenciais exclusivos para os moradores. 

 

Para as áreas comuns e as plantas dos apartamentos decorados, a incorporadora convidou a Todos Arquitetura, escritório liderado por Maurício Arruda e Fábio Mota. O paisagismo terá assinatura da Cardim Arquitetura Paisagística, de Ricardo Cardim, que trará elementos da vegetação nativa que ocupou o centro de São Paulo há 300 anos.

 

 Entre os destaques está um Jequitibá Rosa que será plantado na sua praça central, um “monumento-verde” que poderá viver séculos e que poderá ser admirado pelos moradores de suas janelas, além do rooftop, com uma praça suspensa, cheia de “Mata Atlântica” e gramados com uma vista da metrópole de tirar o fôlego.

 

 Com a proposta de reintegrar as pessoas à cidade, de forma agradável e segura, o andar térreo do edifício principal estará interligado por uma ampla galeria aberta ao público - com lojas e restaurantes sob comando de chefs renomados -  que conectará a tranquila rua Basílio da Gama com a Sete de Abril. 

 


Serviço:

Metaforma Incorporadora

Para mais informações, acesse as plataformas digitais: